You are here: Home » NOTÍCIAS » REGIONAIS » Obra de R$ 25 milhões de reais tem buracos por toda a parte
Domingo, 19 Nov 2017

******

*

Obra de R$ 25 milhões de reais tem buracos por toda a parte


O trecho Capim Grosso ao entroncamento de Umburanas, com realização em 2014, com valor na ordem de R$ 25 milhões de reais, sob a condução da CCL, empresa de Minas Gerais, volta a registrar problemas de estrutura que passa sempre pelo planejamento, projeto e construção. No caso da BR – 324 – trecho em questão, já existia uma rodovia, ou seja, a empresa responsável pela realização retirou em alguns trechos entre Capim Grosso e Distrito de Novo Paraíso, o antigo asfalto, já em outros serviu de base para uma nova camada asfáltica, bem como no trecho que liga Novo Paraíso a Jacobina, realização essa que usuários já previam problemas devido o processo realizado pela empresa, rápido e sem a qualidade necessária para uma das rodovias mais importantes de toda a região, atualmente responsável pela escoamento de torres eólicas, com fábrica no município de Jacobina e fazendas de torres espalhadas pelo alto sertão, produção que precisa de rodovias bem estruturadas para não prejudicar a saída desse material composto por toneladas de esperança com garantia de futuro de uma energia de qualidade proveniente da natureza. Explicando melhor para você leitor do REPORTEBAHIA.COM, a Energia eólica é a transformação da energia do vento em energia útil, tal como na utilização de aerogeradores para produzir eletricidade, moinhos de vento para produzir energia mecânica ou velas para impulsionar veleiros. A energia eólica, enquanto alternativa aos combustíveis fósseis, é renovável, está permanentemente disponível, pode ser produzida em qualquer região, é limpa, não produz gases de efeito de estufa durante a produção e requer menos terreno. O impacto ambiental é geralmente menos problemático do que o de outras fontes de energia. Além dessa grande produção com vendas para todas as partes do país, a rodovia de 164 km de “recuperação” é responsável também pela liberação do mármore, proveniente do município de Ourolândia, dentre outros produtos que fazem da grande região, apesar da falta da escassez de chuva, dentre outras adversidades uma das regiões mais importantes da Bahia, terra que o governo propaga em plataforma de divulgações quilômetros e quilômetros de rodovias recuperadas, bom para a população sim, sem dúvida, agora de quem é a responsabilidade pela manutenção do referido trecho? Governo do Estado, não mais, o trecho que um dia foi administrado pelo antigo DERBA, passou a ser de responsabilidade do Governo Federal/DNIT, órgão que o contribuinte em termos de região só ouve falar, contemplar representantes na região tratando do problema da rodovia de R$ 25 milhões é semelhante a cabeça do bacalhau, o peixe que predomina na semana santa, o consumidor sabe que existe, mas conhecer que é bom aí já são outros quinhentos.

Uma obra que deveria durar décadas, em três anos já passou por algumas reformas, com necessidade de mais uma e dessa vez precisa ser bem feito, caso contrário, o valor de R$ 25 milhões de reais, utilizado para sua reconstrução, amanhã será apenas o valor da primeira parcela de uma conta que só cresce no bolso do contribuinte, com pessoas provenientes de várias cidades da grande região, que pergunta todos os dias até quando essa situação vai continuar prevalecendo no trecho que gera economia, emprego, renda, acesso fácil para várias partes do país, mas sem a atenção devida dos “representantes do povo”, homens que deveriam estar voltados para os interesses da nação, estão mais enrolados do que gongo, com seus nomes envolvidos nos escândalos que estão a cada dia estremecendo a nação, deixando a população cada vez mais revoltada e exigindo que a operação LAVA JATO não pare em nenhum momento de exercer suas funções, com resultados ainda mais promissores na vida de uma nação que está sendo destruída pela corrupção, com sinais de obras importantes em todas as partes da nação, obras que deveriam estar somando na vida do povo, estão esquecidas, deterioradas, marcadas pelo abandono de homens que na verdade são mais inimigos do povo do que a favor do povo, homens que estão abrindo a boca para contar o que sabe, em troca de penas mais brandas, nas chamadas delações premiadas, com revelações de embrulhar o estômago de qualquer cidadão da nação dos trilhões de reais, mas que não tem quem de fato cuide de forma digna e honesta dos interesses da população, exemplo: a obra de R$ 25 milhões de reais, precisando mais uma vez de atenção e recuperação já, caso contrário em um tempo muito breve, vamos ter que fazer do trecho, apelidado antes de sua recuperação como sendo mais uma vez o TRECHO DA VERGONHA.

Com a palavra o DNIT, poderes executivos municipais, deputados estaduais, federais, governo do estado, senadores, governo federal, vereadores, prefeitos, todos que se apresentam de quatro em quatro anos como representantes do povo, que busquem perante os órgãos competentes a recuperação da buraqueira que só aumenta principalmente entre Capim Grosso e o Distrito de Novo Paraíso. Dinheiro tem e muito, tem tanto que está sendo encontrado dentro de malas e caixas em apartamentos da vida, falta quem faça do dinheiro do povo a fonte de garantia de dias melhores com estradas de qualidade, hospitais atendendo a população com todas as condições necessárias, segurança em todas as suas dimensões, educação de qualidade, com extensão para suas unidades escolares, emprego, moradia, tudo em fim que é de direito do cidadão com garantia na CARTA MÁGNA da nação, a Constituição Brasileira que diz: Artigo 5º - Cada um de nós tem o direito de viver, de ser livre, de ter sua casa, de ser respeitado como pessoa, de não ter medo, de não ser pisado por causa de seu sexo, de sua cor, de sua idade, de seu trabalho, da cidade donde veio, da situação em que está, ou por causa de qualquer outra coisa. Qualquer ser humano é nosso companheiro porque tem os mesmos direitos que nós temos.

É a lei maior que diz assim. Então que seja cumprida a lei e os direitos do povo.


Texto e fotos: Arnaldo Silva, DRT – 2805/BA.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Jogo da Série B teve narração de uma mulher

Natural de Itamarandiba, interior de Minas Gerais, Isabelly Morais fez história. Na noite de terça-feira (7), a estudante de jornalismo, 20 anos, se tornou a primeira mulher a narrar uma partida de futebol na rádio mineira. A voz dela comandou a Rádio Inconfidência, de Belo Horizonte, na vitória do América-MG por 2x0 contra o ABC, pela 34ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. “Pessoal, bom dia! Ainda não consegui mensurar o que aconteceu em minha vida no dia de ontem. Para mim, um marco pessoal, uma gratidão enorme à rádio @einconfidencia e ao meu chefe, José Augusto Toscano, por abrir o microfone para a sua estagiária dessa forma”, escreveu Isabelly em sua conta pessoal no Twitter nesta quarta-feira (8). Daniela Leone/daniela.leone@redebahia.com.br/Vídeos: Superesportes/Soccer Gols HD.

Bandeira de Capim Grosso

Matéria Especial RepórterBahia.Com

Governo aprova plano para acabar com vacinação contra aftosa até 2026

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento aprovou a versão definitiva do Plano Estratégico do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (Pnefa). O plano começa a valer este ano e continua até 2026. O objetivo é que o Brasil seja considerado pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) um país livre da doença sem vacinação a partir de 2023.

O vírus da febre aftosa é altamente contagioso. O animal afetado apresenta febre alta que diminui após dois a três dias. Em seguida, aparecem pequenas bolhas que se rompem, causando ferimentos. O animal deixa de andar e comer e, no caso de bezerros e animais mais novos, pode até morrer. A transmissão pode ocorrer por meio da ingestão de água e alimentos contaminados pela saliva de animais doentes. O vírus é resistente, podendo sobreviver durante meses em carcaças congeladas.

Clique na foto e confira matéria completa.

Repórter Bahia, a notícia com responsabilidade!

Nessa nova fase vamos nos dedicar ainda mais e da melhor forma possível somar na sua vida com informações de todas as áreas da vida, mas pautada na ética, na verdade, no compromisso com Deus, com a vida e com as pessoas.

A todos que nos acompanham através do rádio e da internet mais uma vez o nosso muito obrigado pela amizade e confiança, obrigado por tudo e que nessa nova fase da nossa vida profissional possamos nos aproximar ainda mais e juntos construirmos um jornalismo forte, independente, um jornalismo pra fazer a diferença.

REPÓRTER BAHIA.COM, a nova marca do jornalismo da nossa Bahia, está no ar. Sejam todos bem vindos!

O que aconteceu com o Blog do Arnaldo Silva?

Gostaria de informar ainda que estamos através de Valter Oliveira que é o nosso grande parceiro administrativamente trabalhando para restaurar o blog que será utilizado nessa nova fase do nosso trabalho como link de acesso a nova marca do jornalismo da Bahia, REPÓRTERBAHIA, no ar desde essa quarta-feira, 21 de Dezembro de 2016.
Entendo que mudanças como essas vão precisar de tempo para alcançar o mesmo patamar de acessos e assiduidade dos nossos leitores, mas não estamos sozinhos, temos Deus nos comando e a parceria de muitos amigos e leitores conquistados nesses sete anos de blog, nesses sete anos de muito trabalho e dedicação ao jornalismo, a nossa grande paixão na comunicação.

http://www.seo.mavi1.org http://www.mavi1.org http://www.siyamiozkan.com.tr http://www.mavideniz1.org http://www.mavideniz.gen.tr http://www.17search17.com http://www.siyamiozkan.com http://www.vergi.gen.tr http://www.prsorgu.org http://www.seoisko.net http://www.seoisko.org http://www.ukashhizmet.com http://www.ukashmavi.com http://www.sirabulucu.net http://www.kanuntr.com http://www.kanuntr.org http://www.kanuntr.net http://www.kananlartr.com http://www.kananlartr.org http://www.kananlartr.net http://www.haberbul.org http://www.iskoseo.com http://www.iskoseo.net http://www.iskoseo.org http://www.siyamiozkan.net